sábado, dezembro 15, 2018
Esportes

A carreira de Anderson Silva pode ter chego a um triste fim

O lutador do UFC, Anderson Silva, foi pego pelo exame antidoping feito há cerca de um mês antes da luta contra Nick Diaz – que ocorreu em 31 de janeiro de 2015, Anderson Silva foi o vencedor do duelo. O exame teve resultado positivo para duas substâncias proibidas: drostanolona e androsterona, ambas são estimulantes para o crescimento e fortalecimento muscular.

Os exames foram repetidos e mais uma vez o exame, cujo resultado foi divulgado no dia 17 de fevereiro de 2015, apontou positivo mais uma vez para substâncias proibidas. O exame de urina de Anderson Silva revelou mais uma vez a presença de drostanolona no organismo do lutador, e o exame de sangue apontou ainda para a existência de outra substância proibida que não havia aparecido no exame antidoping anterior: a benzodiazepina.

A Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC) decidiu por unanimidade suspender temporariamente o lutador Anderson Silva como uma medida preventiva. O prazo de suspensão do lutador não foi definido até o momento e deve ser divulgado somente em março após uma nova reunião disciplinar da comissão.

Enquanto isso, Anderson Silva pode solicitar a contraprova dos exames e tem um prazo de até 20 dias para se defender pelos resultados positivos apresentados pelos exames. Se o lutador não apresentar uma boa defesa e a contraprova de todos esses exames não atestarem a seu favor, esse duplo episódio de antidoping positivo poderá resultar em uma punição de até 2 anos de suspensão para Anderson Silva, além de ainda transformar seu triunfo sobre Nick Diaz em uma mancha imutável na carreira de “Spider” – como o ídolo é chamado pelos seus fãs.

Essa luta de Anderson Silva contra Nick Diaz foi o grande retorno do lutador do UFC depois de treze meses de afastamento devido a uma fratura na perna esquerda que chocou o mundo inteiro durante uma luta contra Chris Weidman em 28 de dezembro de 2013.

Há grandes chances desse escândalo pôr um triste fim na carreira de Anderson Silva no UFC.