sábado, dezembro 15, 2018
Carros

Automobilismo nos Anos 60: Ascensão

No Brasil, uma referência do automobilismo: Anisio Campos. Ele nos conta que no inicio dos anos 60, instalam-se no país as primeiras montadoras. Junto com elas, algumas fábricas nacionais também lançam suas propostas.

O automobilismo nos anos 60 escreveu uma página importante na industria mundial.
Se você tem menos de trinta anos, não vai se lembrar. Mas elas eram a Malzoni, Gurgel, Puma, Dacon, Bianco, Miura, Lafer, Santa Matilde, Kadron, Glaspac, Lorena e mais algumas marcas. Desta forma, o Brasil passa a escrever uma página significativa na história do mercado automobilístico brasileiro.

Fazendo surgir a tão conhecida criatividade em nomes de profissionais que se empenharam na tarefa de construir alternativas aos modelos europeus e norte americanos. Alguns deles: Genaro “Rino” Malzoni, Paulo de Aguiar Goulart, Eduardo Souza Ramos, João Jamil Zarif. Sem mencionar João Conrado do Amaral Gurgel, grande defensor do direito de escolha do consumidor. Mas nem só de criatividade vive o mercado. O automobilismo nos anos 60 trouxe muitas oportunidade de aprendizado ao mercado brasileiro. As montadoras europeias e norte americanas, melhores preparadas não apenas para criar modelos, mas também escoladas em ganhar a concorrência, entraram no mercado brasileiro para nunca mais sair.

E as pequenas e criativas produtoras brasileiras do automobilismo nos anos 60, sem saber qualquer coisa além de criar, intimidadas pelos gigantes internacionais, fecharam as portas.